quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Resenha: Songes - Annick Goutal

Imagem: Google

Notas: Baunilha, jasmim, ylang ylang, jasmim manga, tiaré, benjoim, patchouli, canela, cominho e pimenta preta
Fonte: annickgoutal.com

Olá pessoal! Songes é um perfume floral oriental diferente de tudo que já senti, e sua principal estrela é a nota de jasmim manga. Aqui onde moro é muito comum encontrar essas árvores plantadas nas calçadas e suas flores podem ser brancas com amarelo, rosa com amarelo ou num tom vermelho escuro. Todas possuem perfume, que varia em nuances de acordo com a cor da flor.

Imagem: Pinterest

Imagem: portaldaspalmeiras.com.br

Imagem: ednafloreseplantas.blogspot.com.br

Antes de começar a falar sobre o perfume, sempre achei que tiaré e jasmim manga fossem a mesma coisa, independente da cor, mas agora não sei se todos essas plantas acima tem o mesmo nome ou não ou se tiaré e jasmim manga são plantas completamente diferentes. Não acrescentei nada com isso, mas precisava desabafar, haha. Enfim, em sua saída o jasmim manga está acompanhado de baunilha, mas em poucos minutos o cheiro amanteigado e adocicado da flor torna-se bem temperado pelo cominho e canela. O ylang ylang aparece e traz mais intensidade à fragrância, que é um verdadeiro paraíso para os apreciadores de florais cremosos e adocicados. Assim que vai enfraquecendo tenho dúvidas se o que eu sinto é baunilha ou benjoim (ou os dois) formando uma cama docinha para o aroma floral cremoso já bem suave. Associo esse perfume ao aroma de loções bronzeadoras, o que acaba automaticamante me passando uma impressão de ser uma fragrância muito feminina e sensual. Este poderia muito bem ser o cheiro de uma bela mulher de pele bronzeada numa festa noturna à beira do mar caribenho. Sua pele queimada pelo sol emana ainda mais calor, exalando o aroma doce e floral leitoso de Songes. A duração na pele foi de aproximadamente 11 horas com projeção moderada nas primeiras 2h.

Preço: R$ 235,90 - 409,09

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Bruca manigua - Ibrahim Ferrer

Resenha: Essaouira - Ane Walsh

Imagem: Acervo pessoal


Olá pessoal! Para quem não conhece, Ane Walsh é uma artesã perfumista brasileira formada no curso de Perfumaria Natural pela Natural Perfume Academy. Além de fragrâncias - de criação própria e personalizadas de acordo com o pedido do cliente -, Ane também produz artesanalmemente sabonetes, loções e manteigas corporais. Seus produtos são feitos a partir de matérias primas naturais como óleos essenciais, ceras, óleos e manteigas vegetais, utilizando o conhecimento que possui em aromaterapia para fazer sinergia dos ingredientes de forma a garantir produtos mais do que perfumados - produtos funcionais. Sobre a fragrância de hoje, foi na praia de Essaouira, numa viagem ao Marrocos, que Ane encontrou inspiração para criar esta fragrância oriental gourmand.

"Enquanto passeava nas areias, o calor do sol, o cheiro do mar, as gaivotas na maré vazante, me deixaram sedenta, me faziam pensar em água de coco…Mas lá não tinha coco! As caixinhas de thuia, o cedro do Atlas nos artesanatos, o açafrão presente em todos os pratos, tudo tão delicioso, só faltava a água de coco…e vi camelos, a moça com os pés ricamente desenhados com henna, certamente recém casada, os pesqueiros chegando no porto de Mogador, o forte português, e ao sair da praia, com muita sede, deparo com uma simpática barraquinha de  suco de laranja e grapefruit!!! Era tudo que me faltava para ser totalmente feliz." Trecho retirado de anewalsh.com.br

Notas de topo: Laranja sanguínea e grapefruit
Notas de corpo: Açafrão e coco
Notas de fundo: Thuia, cedro atlas e oud
Fonte: Ane Walsh

Testei Essaouira num dia típico em Cuiabá, no qual os termômetros apontaram a média de 33ºC (só se for na sombra) mas com queimaduras de 3º grau ao sol das 10h - 17h. Logo ao aplicar, as notas de laranja, grapefruit e coco foram as principais estrelas enquanto ao fundo estava um discreto frescor amadeirado. Após alguns minutos o açafrão apareceu para a temperar a fragrância. Com cerca de 40 minutos, as frutas cítricas começaram a suavizar dando um pouqinho mais de espaço para o  açafrão e coco brilharem, evidenciando mais o carater gustativo do perfume. Nessa fase é como se fosse alguma coisa gelada levemente salgada e doce ao mesmo tempo - coco seco, açafrão e laranja/grapefruit. O gelado some algum tempo depois e o aroma aquece, trazendo uma sensação de cheiro de pele junto as frutas cítricas e coco. A projeção é moderada por cerca de 2h, depois torna-se rente a pele. Com 10 horas de aplicação o cheirinho das frutas cítricas ainda estava lá no fundinho, mas já era hora de tomar banho, então não tive como esperar mais. Não senti oud evidente em sua evolução, mas acredito que é o que traz densidade ao perfume. 

O único contato que tive com outra fragrância com uma laranja tão evidente foi em Karma, da Lush. Confesso que notas de frutas cítricas maduras não costumam me agradar, tanto que me desapeguei do Karma por conta disso. Mas o aspecto gustativo que traz a nota de coco e o tempero do açafrão em Essaouira faz com que o cheiro torne-se equilibrado e bem interessante. Preciso testar outras vezes em temperaturas mais amenas (o que é um pouco difícil aqui) para saber se as madeiras e o oud terão mais destaque, mas posso garantir que Essaouira não é para quem gosta somente de estar perfumado. Essaouira é para quem gosta de colecionar cheiros. 

Preço: R$ 60,00 (frasco spray de 9 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Lover, lover, lover - Leonard Cohen

domingo, 5 de novembro de 2017

Resenha: Aurien Turquesa - Eudora

Imagem: Google

Notas: Immortelle, especiarias, âmbar, madeiras cremosas, acorde turquesa (tá bom então) e segredo de Eudora 
Fonte: Eudora

Olá pessoal! Chegou a hora de falar sobre o outro novo perfume da linha Aurien: Aurien Turquesa. Classificado como Oriental Amadeirado, esta é a fragrância mais marcante da linha, mas sinceramente não sei o que a Eudora quer dizer com essa tal acorde turquesa. Quanto as notas, não sinto immortelle, mas sinto o âmbar com uma nota amadeirada bem presente e as especiarias, que provavelmente são cardamomo e pimenta. Acho que também tem bergamota perdida nesse meio e eu também arriscaria dizer que tem raiz de orris e/ou íris, além de baunilha. Aliás, acho que ainda tem coisa pra desmembrar - acredito que tenha alguma nota verde. Também pode ser que tudo que falei esteja errado - o que é mais provável, hahaha - mas isso não importa, e sim que o cheiro dele é gostoso e mais apropriado para usar a noite. O perfume termina com uma baunilha muito agradável e delicada rente à pele. A Eudora mandou bem nesse bichinho e eu estou aqui pagando minha língua porque sempre desprezei essa linha, rs. A projeção é fraca, mas a duração na pele ultrapassou 8 horas. 

Preço: R$ 84,90 - 109,90 (frasco 100 ml)

Um abraço perfumado!

Edit: Já aproveito aqui para falar se o Aurien Rubra sofreu reformulação. As notas do Rubra na antiga embalagem eram magnólia, pimenta rosa, âmbar e madeira cashmere. Na descrição do perfume na nova embalagem as notas de magnólia, âmbar e cashmere continuam, mas a pimenta rosa deu lugar a flor de Tiaré, e também não poderia faltar é claro o - adivinhem! - Eudora's secret. Não senti nenhuma diferença significativa no aroma, somente achei o antigo um pouquinho mais forte, mas ambos possuem projeção baixa e a duração na pele de aproximadamente 6 horas.

Trilha sonora: Too much in the skies - Annette Peacock

Resenha: Aurien x Aurien Gold - Eudora

Olá pessoal! Quem acompanha os lançamentos em perfumaria nacional provavelmente já está sabendo do novo perfume feminino Aurien Turquesa, que virá no ciclo 15 na Guia de Eudora, e dos frascos da linha com um novo design. Mas o que talvez vocês não saibam é que o Aurien Gold também é lançamento e não tem nada a ver com o antigo - e agora extinto - Aurien!

Imagens: Google



Antes de falar sobre esses perfumes, é importante frisar que sempre achei essa linha Aurien dispensável. A Eudora tem perfumes bem melhores como os dois da linha Prélude, o S. e o Eudora Eau de Parfum, até mesmo o enjoado Althea, sem falar dos finados S. Excès e S. Privée, que eu nunca perdoarei a empresa por tê-los descontinuado.

Aurien
Mandarina, morango, lima, notas florais e patchouli
Fonte: Eudora

Olhando as notas de Aurien poderia pensar que este se trata de um perfume juvenil não fosse pela embalagem, mas não é bem assim. Denominado como um perfume chipre frutal, assim que aplicado, a nota de morango juntamente às notas cítricas estão perceptíveis sobre um fundo até marcante e adocicado, que o deixa um pouco mais interessante. Entretanto, em pouco tempo de uso parece que tudo se misturou e tornou-se um borrão indistinguível  de sujeira de morango com fundo abaunilhado. Aurien não é uma fragrância inesquecível e posso dizer que é um tipo de tentativa bem falha de ser um Rouge Royal brasileiro. Projeção baixa e duração de aproximadamente 6 horas. Agora descontinuado.

Preço: R$ 79,90 - 99,90 (frasco 95 ml)


Aurien Gold
Íris branca, caviar de baunilha (WTF), ouro (!!!) e o segredo de Eudora (preguiça eterna).
Fonte: Eudora

Classificado como floral amadeirado, o cheiro de Aurien Gold é doce e marcante mas não muito enjoado por conta da íris - que sinceramente poderia cheirar melhor se não fosse essa bendita combinação dessa nota de ouro (como será que cheira uma barra de ouro? Se alguém quiser me doar uma para que eu descubra estou aceitando de bom grado) com seja lá qual for esse segredo de Eudora (risos). Digo isso porque em alguns minutos após a aplicação esse cheiro doce é levemente frio e artificial - ouro, é você? - mas depois da baunilha volta a aparecer mais agradável. As vezes eu também tenho a impressão de alguma nota frutada como ameixa e, para mim, acaba seguindo a linha olfativa do Velvet Cristal e do Diva, da própria marca. É gostoso? Não é ruim não, e acredito que venderá bastante, mas também passou longe de ser uma fragrância única. Se fosse um perfume bem polvoroso de íris com uma baunilha delicada com certeza cheiraria melhor e mais diferente dos outros perfumes da casa. Projeção é moderada  e a duração é de 7-8 horas.

Preço: R$ 84,90 - 109,90 (frasco 100 ml)

Agora me resta testar o novo Aurien Turquesa e comparar o Aurien Rubra da embalagem antiga com o do novo frasco para ver se sofreu alguma reformulação. Mas isso só nos próximos episódios ;-)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: The enchanted sea - Martin Denny


sábado, 4 de novembro de 2017

Resenha: Provence - La Façon

Imagem: Acervo pessoal

Olá pessoal! Eu tenho uma certa birra com a nota de lavanda por conta de experiências passadas que tive com os perfumes que me eram acessíveis na época - as lavandinhas de mercado, Pretty Blue e Baby Smell da Avon, Ma Chérie e Thaty do O Boticário - que achava pavoroso mas era o que tinha, rs. Conforme meu interesse e acesso à perfumaria foi crescendo, venho buscando cada vez mais experimentar novos aromas com notas que até então acreditava não gostar. Em minha última viagem não pude deixar de visitar a loja da La Façon e experimentar os perfumes da casa. Lá encontrei 3 aromas que me surpreenderam: 

Leblon: Perfume cítrico e agradabilíssimo para quem ama Flor de Laranjeira. Seria meu favorito para o calor infernal de Cuiabá se não tivesse um porém - não durou mais que 2 horas na pele :'(

Vanille Tahaa: Outra nota que geralmente torço o nariz é a baunilha, principalmente pela forma exaustiva que ela tem sido utilizada nos perfumes gourmand. Você sai na rua e tem alguém cheirando como um cupcake de baunilha com chantilly; tenta fugir, vira a esquina e sente o rastro do pirulito de morango com baunilha e chocolate granulado colorido ambulante passar por você; corre em outra direção já completamente atordoada e encontra alguém que cheira como um bombom de chocolate hidrogenado com leite condensado e essência de baunilha de mercado. Gente, pelamordedeus. Chega, né? Só que La Façon trouxe em Vanille Tahaa uma baunilha tão natural, delicada e morna que me fez sorrir ao sentí-lo. Se não morasse nessa amostra de inferno que é minha cidade, provavelmente teria comprado um frasco para ser meu primeiro perfume de baunilha. 

Provence: Este perfume consegue ter um cheiro muito agradável e natural e ainda chama atenção para quem o usa, pois possui um rastro moderado nas duas primeiras horas de uso e uma duração de satisfatórias 6-7 horas na pele. É uma lavanda compartilhável, macia e adocicada, mas não é boba e nem infantil, e traz o dulçor das próprias notas da pirâmide olfativa no limite do agradável. 

Notas de topo: Mandarina, tangerina e limão siciliano
Notas de corpo: Lavanda e lavandim
Notas de fundo: Almíscar e sândalo
Fonte: La Façon

Dos 3 aromas da casa que me chamaram atenção, este foi o que acabei comprando por não ter um perfume de lavanda que cheirasse tão bem e por possuir uma duração decente, principalmente se comparado ao Leblon. Mas esse lado adocicado em Provence me faz evitar de usá-lo quando está muito quente, pois pode tornar-se exaustivo para o nariz, principalmente porque exala bastante. 

Preço: R$ 104,80 (frasco de 100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Primeira estrella - Fabiano do Nascimento

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Resenha: Original Musk - Kiehl's

Imagem: Acervo pessoal

Depois de uma longa e maluca jornada afastada deste blog, resolvi enfiar o rabo entre as pernas e voltar, devagarzinho, a escrever sobre perfumes. E vou voltar com um cheiro reconfortante, o cheiro de pele quente que estive em busca nesses últimos tempos. 

Notas de topo: Bergamota e flor de laranjeira
Notas de corpo: Rosas, lírio, ylang ylang e néroli
Notas de fundo: Fava tonka, patchouli e almíscar
Fonte: Kiehl's

A Kiehl's começou como uma botica que criava essências em meados de 1800 em Nova York. Segundo a descrição que vem na própria caixa e frasco do perfume, acredita-se que o óleo de almíscar original da marca foi criado por volta de 1920 e foi descoberto em um recipiente identificado como "Óleo do amor" durante a década de 50. Em 1963 foi reintroduzido e comercializado como a assinatura olfativa da casa. 

Original Musk é basicamente um perfume sobre ylang ylang e almíscar, mas também é possível sentir o aroma das rosas e flor de laranjeira. Porém as notas não são tão importantes aqui, é possível explicar seu cheiro de forma mais precisa. Está frio e você passou o dia inteiro muito bem agasalhado/a com roupas quentes e pesadas. Quando chega em casa você tira toda essa roupa e seu corpo aquecido libera o aroma abafado da pele, aquele cheiro de fundo sujo e adocicado, do óleo natural do corpo, animal e viciante. É assim que Original Musk cheira para mim. O abraço de quem você deseja que te aquece quando está frio, e quanto tempo durar este abraço é o tempo que você terá no pequeno paraíso dos cheiros e das sensações. É o cheiro do amor e das paixões, simples, sujo e animal. É esse o cheiro que pede um beijo e uma lambida no pescoço, que faz o abraço tornar-se mais forte e que faz as mãos passarem mais violentamente pelo corpo, apalpando o que cabe e o que não cabe nas palmas. É o cheiro de subir em cima de alguém e devorá-lo/a com olhos, mãos, boca, tudo o que é possível devorar alguém. É o cheiro do suor no frio com o vai-vém dos corpos em fricção misturado com a saliva dos beijos insanos. É o cheiro das vozes ressoando o prazer deste momento no quarto abafado, e é o cheiro da exaustão do corpo depois do gozo, da respiração ofegante, pesada, e das mãos entrelaçadas enquanto recobre-se o fôlego. Também é o cheiro que você quiser que seja. É o seu, o meu, talvez o de todo mundo, talvez de todo mundo que você se permita desejar um dia. É o cheiro carnal e ao mesmo tempo divino que a alma procura quando precisa de amor, de dar e receber amor, de fazer amor. É o cheiro da saudade e do aperto no peito também. Talvez um pouco de angústia ou alguma coisa a mais. Das paixões perdidas no tempo, abandonadas à própria sorte e que definharam ao longo do percurso. Das tentativas frustradas e cortadas pela indiferença. É o cheiro de quando você resolve tentar esquecer e seguir seu caminho por que é o melhor a fazer. Aí é o seu cheiro, porque você relembra que também é importante se amar.

Acho melhor parar por aqui. Experimente esse perfume em alguma oportunidade. Talvez cheire diferente para você. Pra mim é o rastro do cheiro no escuro que me levaria a alguém. Não posso falar como será pra você, então terá que descobrir por si mesmo.

Um abraço perfumado.

Trilha sonora: Charlie Haden e Gonzalo Rubalcaba - My love and I

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Leitura perfumada - A Linguagem do Amor

Imagem: Acervo pessoal

Hoje trago para vocês a segunda preciosidade literária que envolve nossos amados perfumes :-) A Linguagem do Amor - Penhaligon's tesouro perfumado em prosa e verso, por Sheila Pickles (Editora Melhoramentos, 1994, 111 p.), ao contrário de Brasilessência, não é um livro exatamente sobre perfumes, mas que traz em si o aroma da Rosa Elisabetana de Penhaligon em suas páginas marmorizadas.

Imagem: Acervo pessoal

Dividido em 4 capítulos floreados por diversos trechos de obras literárias que falam sobre amor e imagens que retratam o Romantismo (estilo de pintura do séc. XIX), A Linguagem do Amor é uma das 16 antologias perfumadas de verso e prosa por Sheila Pickles. 

Imagens de A Linguagem do Amor
Acervo pessoal

Juntamente a Franco Zeffirelli, Sheila assumiu a Penhaligon's (casa britânica de perfumes, fundada em 1860) na década de 70. Além das fórmulas deixadas por seu fundador Willian Henry Penhaligon - trabalhou como perfumista para a Rainha Victoria e barbeiro de sua Corte -, Pickles introduziu uma nova gama de aromas ao portfólio da empresa, que atualmente é propriedade da Puig.

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Eternamente - Nilla Pizzi

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Sonhos olfativos

Olá pessoal! Hoje eu quero falar sobre sonhos e como eles têm a capacidade de nos apresentar coisas novas. Às vezes eu sonho com músicas que não conheço, outras vezes com perfumes que nunca tive contato - foi o caso do sonho de hoje - e quero contá-lo a vocês.

Imagem: huffingtonpost.com

Sonhei que adquiri um perfume que cheirava como uma fusão entre os aromas de Opium (YSL) e Lolita Lempicka, perfumes que nunca senti pessoalmente, mas que no sonho eu sabia porque sabia que o aroma era uma mistura entre esses dois, hahaha.

Imagens: Google

Este perfume cheirava maravilhosamente bem - era bastante exótico, porém confortável - e vinha num pequeno frasco roxo em formato de maçã dos Lolita. Agora estou encucada se a fusão - um layering - entre esses dois daria certo ou não, já que olhando as notas de ambos, a única coisa que eles têm em comum é a nota de baunilha. Talvez esse tenha sido um chamado para conhecer suas fragrâncias, já que ambos estão há muito tempo na minha lista de testes...

Lolita Lempicka
Notas de topo: Violeta, hera e anis estrelado
Notas de corpo: Íris, amarílis, alcaçuz, raiz de orris e cereja
Notas de fundo: Fava tonka, baunilha, vetiver, almíscar branco e pralinê

Opium
Notas de topo: Bergamota, tangerina e lírio-do-vale
Notas de corpo: Cravo, jasmim e mirra
Notas de fundo: Patchouli, opoponax, âmbar e baunilha

Fonte: Fragrantica

Outro perfume que já esteve presente nos meus sonhos é o Tomorrow for Him, da Avon, que desejei por muitos anos - por conta do cheiro que senti na revista da Avon - e hoje possuo um frasco em minha coleção. Engraçado que agora que o tenho quase não o uso. Parte porque moro num lugar muito quente e ele é um aroma mais apropriado para climas amenos, então não quero que ele torne-se enjoativo. Parte também porque não encontro ocasiões em minha rotina para usá-lo. Então acabo apreciando-o mais com o cheiro que fica no borrifador, porém ele não deixa de ser minha jóia olfativa...

My precioussss
Imagens: Google

E aí, você também já desejou tanto possuir um perfume conhecido que chegou de sonhar com seu cheiro? Já sonhou com uma fragrância que nunca sentiu pessoalmente? E já chegou a conhecer pessoalmente um perfume que você só conhecia em sonho? 

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Future strings - Catrin Finch & Seckou Keita

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Leitura perfumada: Brasilessência - A cultura do perfume

Olá pessoal! Ando meio sumida pois adquiri duas preciosidades literárias que envolvem - é claro - nossos amados perfumes e hoje vou falar de Brasilessência - a cultura do perfume, por Renata Ashcar (2001, editora Best Seller, 201 páginas). Em Brasilessência, Renata narra a história do perfume desde a antiguidade - começando lá pelo Egito por volta de 3000 a.C., onde os cheiros eram empregados principalmente em rituais religiosos, mas também em cuidados com o corpo - até os dias de hoje, incluindo o percurso da perfumaria no Brasil. Natura e O Boticário foram colaboradores desta obra, empresas de papel fundamental na história da perfumaria brasileira. 

Imagem: Acervo pessoal

Além do citado acima, o livro conta com belíssimas fotografias e inúmeros trechos de textos, poemas, poesias e letras de músicas que envolvem a fascinação causada pelos aromas. Possui também capítulos destinados aos ingredientes utilizados na perfumaria, métodos de extração de essências, famílias olfativas e um guia sobre como escolher perfumes. Conta também com um index de perfumes brasileiros e um glossário dos termos mais utilizados quando o assunto é perfume. Recomendadíssimo, Brasilessência é leitura obrigatória para os amantes da perfumaria. 

Eu adquiri esta obra através do site Estante Virtual, uma plataforma que reúne livros de sebos e vendedores a preços bastante acessíveis. O site é bem seguro e funciona como Mercado Livre e Enjoei, servindo como um mediador das compras que retém o valor pago até que o comprador receba o livro. Ainda há no Estante alguns exemplares do Brasilessência na faixa de R$ 50,00 - 60,00 mais o frete. Mamão com mel!

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Bird, Pt. I - Chassol

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Resenha: Samsara Eau de Toilette - Guerlain

Olá pessoal! Hoje o dia está com um gostinho todo especial, pois esta é a primeira resenha da leva de decants que adquiri como prêmio de um sorteio oferecido pela loja Perfume Shopping ao grupo Xonados por Perfumes, no Facebook. A loja possui inúmeros perfumes de designer e de nicho e seus decants são a partir de 0,5 ml, o que torna o preço muito acessível a quem quer apenas experimentar aromas difíceis de encontrar em lojas físicas aqui no Brasil. Na cidade onde moro não encontro perfumes da Guerlain nas perfumarias para testar e o frasco rubi com linhas douradas de Samsara sempre me encheu os olhos, principalmente porque me passa uma idéia de luxo e misticismo. Como não sou boba nem nada, aproveitei a oportunidade que literalmente ganhei e hoje estou aqui com uma amostra da fragrância para resenhar para vocês. Ao mesmo tempo que desejava intensamente conhecer seu aroma, temia que este fosse datado demais. Ledo engano! Samsara é lindo e totalmente diferente do que imaginei!

Imagem: Google

Notas de topo: Notas verdes, pêssego, ylang ylang, bergamota e limão siciliano
Notas de corpo: Íris, violeta, raiz de orris, jasmim, rosa e narciso
Notas de fundo: Íris, sândalo, fava tonka, âmbar, almíscar e baunilha
Fonte: Fragrantica 

Samsara, lançada em 1989, foi a primeira fragrância feminina a possuir uma nota amadeirada como protagonista. É uma criação do perfumista Jean Paul Guerlain, responsável por inúmeras obras da casa, incluindo os famosos Habit Rouge e Champs Elysees. Oriental amadeirada, Samsara abre com uma pancada na cara de âmbar, almíscar, fava tonka, baunilha, violeta e ylang ylang. Mas num piscar de olhos a íris e sândalo dominam o aroma, que ganha um agradável e passageiro ar de maquiagem. Altamente mutável, a cada cheirada uma nova nuance toma conta de Samsara, que logo passa a apresentar o sândalo mais assabonetado. Mais uma cheirada aqui e epa, um toque medicinal xaroposo! Tá certo isso, produção? Deixa eu sentir de novo. Agora tem incenso...de sândalo com canela...Uau! O que mais tem por vir? Frescor! Uma tonalidade fresca das notas de topo que imaginei passarem batidas vieram parar aqui! O tempo passa e quem me aparece é o jasmim (acompanhado da raiz de orris? - Acho que sim, senti esta nota em Blanc de Courrèges...). Após essa roda de mutação que dura cerca de 4 horas, o jasmim se assenta juntamente ás notas da base e, a partir dessa fase, a fragrância vai perdendo força aos poucos, até restar um âmbar abaunilhado que se despede carinhoso. A durabilidade total é de aproximadamente 8 horas com projeção média nas 2 primeiras horas.

Pesquisando sobre o significado da palavra, no budismo tibetano Samsara significa, de grosso modo, fluir continuamente, é um estado de impermanência. Jean Paul Guerlain transformou esse conceito em perfume: Seu frasco, tão frágil quanto sólido e palpável...seu aroma, tão intenso quanto mutante e volátil. Um lembrete de que, apesar de estar há 28 anos no mercado, Samsara, - um objeto, um cheiro, uma criação, uma memória, algo importante para alguém - assim como tudo e todos que habitam esse plano, não passa de um breve suspiro diante da vastidão do tempo.

Preço: R$ 290,00 (30 ml) / 390,00 (50 ml) / 326,64 - 590,00 (100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Soupir eternel - Dhafer Youssef

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Resenha: Homem Madeiras - Natura

Imagem: Acervo pessoal

Notas de topo: Cítricos, folha de limão e limão siciliano
Notas e corpo: Pimenta, pimenta rosa e notas especiadas
Notas de fundo: Notas amadeiradas, vetiver e notas verdes
Fonte: Fragrantica

Olá pessoal! Tive que dar uma pausa na série "Uma Rosa para chamar de sua" mas, para não deixar o blog no vácuo, hoje quero falar sobre esse perfume que eu amo sentir no cangote do meu namorado. Homem Madeiras é um baita perfumão bom da Natura, criado pela perfumista da casa Verônica Kato e lançado em 2015. Sua fragrância faz parte da família amadeirada aromática e possui um aroma refinado e másculo, com cheiro de homem sério e gostoso, cheiro de homão da porra, gente! Esse perfume é tão bom, tão delicioso de sentir no cangote do boy que eu já garanti 2 frascos. Sabe por quê? Porquê a Natura é dona de descontinuar suas melhores fragrâncias.

Antes de falar de como ele cheira, preciso dizer que o que estou descrevendo aqui é a fragrância em minha pele de fêmea, okay? Na saída eu sinto o limão, um toque de pimenta e especiarias e uma madeira amarga com um fundo de âmbar muitíssimo discreto. O amargor das madeiras situa-se entre o cedro e copaíba.  Em poucos minutos gengibre e cardamomo se junta a essa turma e cerca de 15 minutos depois a madeira amarga passa a ser adornada por um fundo verde agradabilíssimo, delicioso e muito elegante, ganhando um frescor que remete à limpeza. Após 1 hora as madeiras e vetiver dominam a área até o fim, que chega lá pelas 7 horas de uso. Homem Madeiras é perfeito para tornar-se identidade olfativa de homens que gostam de um aroma mais sóbrio e refinado, mas nada muito óbvio e com preço acessível. Homem Madeiras é um perfume fresco, limpo e agradável, porém marcante. É para dia e noite, com projeção discreta.

Preço: R$ 85,90 - 122,90 (frasco de 100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Wooden ships - CSNY

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Uma Rosa para chamar de sua: Saphir Rosé - Sapientiae Niche

Olá galera! O perfume de Rosas de hoje faz parte do portfólio de perfumes de nicho da casa Sapientiae, criada pelo perfumista Sanderson Santana. Saphir Rosé é uma fragrância oriental floral ambarada compartilhável lançada em 2016. 

Imagem: Acervo pessoal

Notas de topo: Gerânio, pimenta preta e café torrado
Notas de corpo: Rosa e jasmim
Notas de fundo: Incenso, tuberosa, açafrão, patchouli, sândalo e cacau
Fonte: Sapientiae Niche

Saphir Rosé trata-se de um perfume quente, maduro e sedutor. Inicia-se denso nas notas de topo, mas ganha maciez em poucos minutos. Em suma, a fragrância gira em torno de uma rosa incensada mergulhada num café doce temperado com cacau e açafrão. Apesar de ser compartilhável, o sinto mais como feminino e acho que seu aroma combina com mulheres que gostam de chamar atenção e que usam sua sensualidade sem pudor nem piedade. Este poderia ser muito bem o perfume de uma dançarina do ventre. 

Imagem: grupokaliladv.files.wordpress.com

Se quiser atrair olhares curiosos e libidinosos, Saphir Rosé é uma escolha certeira, mas tenha em mente que ele fica melhor se usado em clima ameno a frio. Quanto à durabilidade e projeção, eu tive que editar o post pois cometi um erro, porque com 4 horas de aplicação a fragrância na minha pele estava praticamente nula, não sentia quase nada. Depois de algumas horas o perfume voltou a exalar, me surpreendendo muito! Ele estava suave na pele, porém exalando que é uma beleza! Eu sentia mais o seu aroma no ar do que cheirando diretamente o local de aplicação...isso após quase 12 horas!

Caso queira experimentar, você pode adquirir o frasco de 8 ml, assim como também a casa disponibiliza o Discovery Set com 07 perfumes em frascos de 8 ml através do site. Além disso, a Sapientiae oferece o serviço de criar perfumes personalizados. O site da casa é sapientiaeniche.com.br e lá você encontra a descrição de todos os produtos. O atendimento é ótimo, o envio é rápido e tudo chega embalado com muito cuidado.

Preço: 8 ml: R$ 27,00 / 25 ml: R$ 127,00 - 167,00 / 50 ml: R$ 267,00

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Trust in me - Susheela Raman

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Uma Rosa para chamar de sua: La Petite Fleur d'Or - Paris Elysees

Olá, pessoal! Voltando à série sobre perfumes nos quais a Rosa é soberana, o perfume de hoje vai completamente na contramão da rosa delicada e feminina dos dois anteriores. La Petite Fleur d'Or é um perfume oriental amadeirado (bota amadeirado nisso) descrito como feminino mas que é totalmente compartilhável.

Imagem: Acervo pessoal

Notas de topo: Açafrão e bergamota
Notas de corpo: Rosa, violeta, cedro e madeira guaiac
Notas de fundo: Almíscar branco, patchouli, ládano e sândalo
Fonte: Fragrantica

Para mim LPFd'Or é basicamente uma rosa amarga, muito amadeirada e atalcada, nada básica. Possui um começo muito potente, portanto cuidado com as borrifadas - 2 são suficientes -, mas com o passar do tempo acalma-se tornando-se um perfume gentil (austero mas gentil). Acho que imaginar é o jeito mais fácil de transmitir seu aroma para quem nunca o sentiu, então imagine-se abrindo um baú bem antigo de madeira...dentro dele você encontra livros e papéis velhos, patchouli seco esfarelando-se ao toque e uma mancha oleosa impregnada na madeira do fundo deste baú. Próximo à mancha há um pequeno frasco de vidro com vestígio da essência de rosas que derramou-se alí naquele local. Conseguiu imaginar o cheiro de dentro dessa caixa que passou anos fechada? Isso é LPFd'Or...

Imagem: Google

LPFd'Or é um perfume sóbrio, elegante, antigo e misterioso. Os livros do baú que cheira como LPFd'Or não podem ser qualquer um, mas sim diários e romances proibidos esquecidos com o tempo. Os papéis são cartas íntimas, fotografias em sépia e documentos corroídos que contam a história de alguém em algum lugar do passado. A durabilidade na pele passa de 8 horas e possui projeção intensa na primeira hora. Apesar de serem bonitos, o frasco e a caixa de LPFd'Or não condizem com seu aroma, por isso acho que ele deveria ser vendido em frascos vintage como esses da foto:

Imagens: Google

Se tiverem oportunidade experimentem este perfume, mas vão com mente aberta (eu experimentei umas 3 vezes até conseguir compreendê-lo), pois LPFd'Or é uma jóia rara e valiosa dentre os perfumes que vêm sido lançados atualmente, e ele custa tão pouquinho...

Preço: R$ 54,90 - 73,00 (frasco de 100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Gnossiennes: I. Lent - Erik Satie

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Uma Rosa para chamar de sua: Eau Demoiselle - Givenchy

Olá, cheirosos! Dando continuidade à série sobre perfumes que possuem rosas como protagonistas, o aroma de hoje é um perfume moderno para a mulher que aprecia o vintage.

Imagem: Google

Notas de topo: Limão italiano, tangerina e shiso
Notas de corpo: Rosa turca, ylang ylang e flor de laranjeira
Notas de fundo: Almíscar, ambreta, cedro e fava tonka
Fonte: givenchybeauty.com

Eau Demoiselle é uma fragrância lançada em 2010, criada pelo perfumista François Demachy (além de Givenchy, possui inúmeros trabalhos para Dior, Fendi, entre outros). As notas que mais se mostraram presentes em minha pele foram a rosa, ylang e almíscar (o limão aparece também mas some em questão de segundos). Sinto também uma nuance de pêssego entre elas. Para mim, a melhor forma de descrevê-lo é que ele tem um aroma entre o cheiro que lembra pigmento, cheiro de pó compacto, mas ora também lembra loção cremosa facial. Se você tem na faixa de 25-30 anos, talvez tenha cheirado algum artigo de beleza de luxo durante a infância, tipo algum produto para o rosto e maquiagem da Lancôme ou Helena Rubinstein que alguma tia rica trouxe do exterior de presente para sua mãe. Eau Demoiselle possui esse cheiro floral de rosas com nuance apessegada e almíscarada/atalcada de cosmético caro que hoje não é mais tão comum. Depois de mais de 2 horas na pele, a fragrância ganha um frescor da flor de laranjeira com um quê levemente verde, que acredito ser do shiso (que não conheço pessoalmente), lembrando que apesar de tudo ele é um perfume atual. Eau Demoiselle é para a mulher que o coração bate mais forte quando sente um bom floral almiscarado dos anos 90. Ele cheira como as lembranças de algo que já foi muito bom, de alguém que você admirou e de uma época que deixou saudade. É o cheiro que remete à lembrança de sua mãe bela e jovem se arrumando para sair para jantar num bom restaurante com seu pai...da mulher que você viu e quis ser parecida com ela algum dia. Para sustentar Eau Demoiselle não é somente preciso gostar de sua fragrância, é necessário sustentá-la. É um perfume que transmite o auge da beleza e da feminilidade da mulher adulta, da mulher feita, e merece uma produção elegante para que se faça jus ao seu nostálgico aroma. A durabilidade na pele foi de 6 horas e projeção moderada na primeira hora.

Imagem: Google

Preço: R$ 248,00 - 349,01 (50 ml) / 380,79 - 479,00 (100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: True love leaves no traces - Leonard Cohen

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Uma Rosa para chamar de sua: Esta Flor Rosa - Natura

Bom dia, pessoal! Hoje dou início à série "Uma Rosa para chamar de sua", na qual falarei sobre diferentes perfumes que possuem como protagonista o aroma de rosas. Rainha das flores, quem já teve a oportunidade de cheirar o perfume diretamente da flor sabe do aroma inconfundível e inesquecível que a rosa possui. Além de existirem variados tipos de rosas (damascena, canina, entre outras) e variadas cores (a branca possui um aroma delicado e límpido, por exemplo), o aroma pode ser trabalhado em todas as famílias olfativas, podendo ganhar nuances bastante diferenciadas entre uma e outra.

O óleo essencial das rosas possui elevado valor comercial e, para se conseguir extrair o máximo possível de componentes aromáticos presentes na flor, a colheita tem que ser feita no início da manhãzinha. A extração do óleo essencial pode ser através da destilação - necessita de 4 toneladas de flores para obter 1 kg de óleo essencial - ou através do uso de solventes, que além dos componentes aromáticos, remove também o pigmento e a cera das pétalas, resultando numa massa sólida chamada concreto. O processo da destilação tira apenas parte dos óleos aromáticos, fazendo com que o óleo essencial tenha um cheiro mais denso e adocicado, diferente do absoluto de rosa (resulta do concreto lavado com solventes e filtrado), que possui aroma mais parecido com o cheiro da rosa ao natural. - Informações extraídas de 1nariz


Imagem: comocuidar.com.br

Para iniciar a série, o perfume abre-alas de hoje é o feminino e natural Esta Flor Rosa, lançado em 2015 e ainda em comercialização através da revista e site da Natura. Esta é uma fragrância floral com leve nuance frutal-adocicada criada pelos perfumistas Verônica Kato (perfumista oficial da Natura) e Isaac Sinclair (além da Natura já trabalhou para Zara, Avon, Jequiti e também Abel, uma casa de nicho dos Países Baixos).

Imagem: rede.natura.net

Notas de topo: Tangerina, bergamota, lichia, artemísia, grapefruit e nota de óleo
Notas de corpo: Rosa damascena, cravo francês, jasmim sambac, peônia, vitória régia e violeta
Notas de fundo: Baunilha, fava tonka, patchouli, almíscar, resinas, opoponax, madeira de âmbar e sândalo
Fonte: Fragrantica

A saída de Esta Flor Rosa é composta pelas notas cítricas da tangerina, grapefruit e lichia juntamente à rosa e um toque doce proveniente da baunilha e/ou fava tonka. Em dias de calor essa saída conferiu à pele um tom azedo-adocicado não muito agradável ao olfato, mas em dias amenos isso não acontece e o aroma dessa fase mostra-se agradável de sentir. Após cerca de 30 minutos de uso é que vem o espetáculo: um aroma de rosa cor de rosa fresca e naturalíssima reina absoluto em Esta Flor. Se você nunca teve a oportunidade de cheirar uma rosa perfumada, recomendo experimentar uma amostra deste perfume para conhecer o aroma natural da rainha das flores. Após essa fase não sinto o perfume mudar, sinto somente o aroma enfraquecendo até findar-se. Sua durabilidade na pele foi de 5 horas e mostrou projeção moderada nas primeiras 2 horas. 

Preço: R$ 119,90 - 169,90 (frasco 75 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Clareana - Joyce

sábado, 29 de julho de 2017

Resenha: Beauty - Calvin Klein

Imagem: Google

Notas: Ambreta, jasmim e cedro da virgínia
Fonte: Fragrantica

Bom dia! O perfume da resenha de hoje é uma verdadeira homenagem à beleza da mulher. Criado pela perfumista Sophie Labbe - responsável por grandes sucessos da perfumaria mundial como Givenchy Organza e Bvlgari Jasmin Noir -, Beauty (Eau de Parfum) foi lançado em 2010 e é um floral branco perfeito para mulheres românticas e inteligentes, que sabem usar o poder da feminilidade a seu favor. Com somente 3 notas, Beauty traz um jasmim cremoso, aveludado e tenro como carinho de mãe, enquanto a ambreta oferece uma base calorosa e macia ao jasmim, fazendo com que o aroma da flor passe longe de apresentar o caráter plástico que de vez em quando possui. Às vezes seu cheiro me lembra um pouco também o lírio presente em Lily Essence (o vintage do frasco quadrado), só que um pouco menos adocicado. O aroma floral branco, delicado e cremoso de Beauty paira na pele como uma aura perfumada, o que o torna, além de superfeminino, um perfume educado. É uma belíssima opção de perfume assinatura para mulheres que adoram ser femininas e que prezam por ser elegantes e discretas. Seu rastro é moderado e a durabilidade na pele é de aproximadamente 5 horas. 

Se essa imagem tivesse cheiro, esse cheiro seria de Beauty.
Imagem: Google

Preço: A partir de R$ 187,00

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Rio de Maio - Ivan Lins e Jane Monheit

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Resenha: Trip x Trip Itacaré x Trip na estrada - Eudora

Imagem: Acervo pessoal


Trip: Notas aquosas, aromáticas e madeiras
Trip Itacaré: Bergamota, pimenta, notas aromáticas e madeiras
Trip na estrada: Noz moscada, gengibre, cardamomo, pimenta preta e madeiras
Fonte: Eudora

Bom dia, pessoal! A resenha de hoje é um comparativo sobre os 3 perfumes da linha Trip, da Eudora. Eles fazem parte da linha de fragrâncias masculinas da marca, são bons para o dia-a-dia e são bem baratos, principalmente quando estão com valor promocional. Eu gosto muito dos perfumes da Eudora, acho que eles batem os do O Boticário e alguns da Natura em preço e qualidade, mas, como tudo tem um porém, eu não tenho saco para essas pirâmides olfativas genéricas e incompletas que a marca divulga. Deus que me livre! Mas vamos às impressões de cada perfume, rsrsrs...

Trip: As notas aquosas são bem refrescantes, com um fundo adocicado que parece algo frutal juntamente às madeiras, super gostoso de sentir e parece bastante um perfume compartilhável da Água de Cheiro chamado Blue Dreams, da linha Fresh Dreams...Alguém se lembra? Essa coisa aquática-frutal-amadeirada agrada tanto homens quanto mulheres. A projeção é moderada e dura aproximadamente umas 4 horas.

O frasquinho azul
Imagem: propagandaemrevista.com.br

Trip Itacaré: Amadeirado, com bastante pimenta (que deve ser preta) e notas aromáticas, me lembra cheiro de OMO, hahaha. Depois de alguns minutos ganha uma boa dose de frescor, entrando na vibe dos Kaiak da Natura, só que melhor. É um perfume com cheiro de limpeza, ótimo quem busca esse tipo de aroma. É o mais forte dos 3, projeta moderadamente e dura cerca de 5-6 horas. 

Trip na estrada: Noz moscada bem evidente na saída, junto à pimenta preta e madeiras. Tem uma doçura que parece ser de âmbar. Não consigo identificar o gengibre e cardamomo na minha pele. É o mais quente e doce da linha, porém longe de ser enjoativo. Também é o mais suave dos 3, com projeção baixa e durabilidade de aproximadamente 4 horas.

Preço: R$ 54,90 - 74,90 (frasco de 95 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: San Pedro - Mogwai

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Resenha: Lilac - Giovanna Baby

Imagem: Acervo pessoal

Notas de topo: Notas cítricas e anis
Notas de corpo: Lavanda, ylang ylang, jasmim e lírio
Notas de fundo: Notas amadeiradas, almíscar branco e baunilha
Fonte: Fragrântica

Bom dia, pessoal! A resenha de hoje é para quem busca uma lavanda fora do comum, situada entre o suave e marcante. Lilac é uma fragrância floral cítrica adocicada lançada em 2012 e facilmente encontrada em supermercados e lojas de departamento. As notas mais predominantes são os cítricos (parece-me uma laranja madura), lavanda, almíscar branco e uma doçura mais proveniente do anis do que da baunilha. Assim que aplico me vem a lembrança do cheiro de cataflan gotas, mas essa sensação passa bem rapidinho. Lilac, apesar de ser bastante atalcada, não possui o frescor e o aroma associado a infância das outras 2 lavandas mais conhecidas da marca - Classic e Blue. Aliás, acho que Lilac tem um pé no vintage e tem grande possibilidade de agradar pessoas que gostam de fragrâncias mais antiguinhas e delicadas, geralmente aqueles perfumes associados ao cheiro de vovó. Apesar de ter um toque levemente adocicado, acredito que caia bem tanto em mulheres quanto em homens. A durabilidade na pele foi de 4 horas com projeção baixa.

Preço: R$ 39,00 - 64,00 (frascos de 50 e 100 ml)

Trilha sonora: My truth - Cocteau twins

terça-feira, 25 de julho de 2017

Resenha: Mimosa & Cardamom Cologne - Jo Malone

Imagem: Google

Nota de saída: Cardamomo  
Nota de corpo: Mimosa
Nota de fundo: Fava tonka
Fonte: Fragrantica

Boa tarde, pessoal! O perfume da resenha de hoje é a colônia Mimosa & Cardamom, de Jo Malone, perfeita para quem ama uma bombinha oriental mas que infelizmente (ou felizmente) não pode usar todos os dias em respeito aos coleguinhas. Esta é uma fragrância oriental floral compartilhável criada pela perfumista Marie Salamagne (possui inúmeras criações para a casa Jo Malone e outras marcas de nicho, assim como também já atuou para casas mais comerciais como O Boticário).

O que eu mais gostei nesse perfume foi que seu aroma realmente não tem gênero. O cardamomo é uma nota muita usada em perfumes masculinos, mas geralmente rodeado por notas aquáticas ou herbais. Mimosa & Cardamom tem um cardamomo natural e intenso na saída, me lembrando imediatamente do cardamomo quente de Jungle L'Elephant, mas obviamente sem ter a potência bomba atômica de Kenzo. Após alguns minutos a mimosa o acompanha com seu cheiro melífluo - não é um cheiro de flor perfumada como um jasmim ou uma gardênia, e sim cheiro de flor carregada de néctar e pólen -, dando a impressão de cheiro doce de pele aquecida. Conforme o tempo passa, o cardamomo vai perdendo calor, no entanto ganhando uma picância discreta. A fava tonka aparece nos suspiros finais, trazendo um toque levemente docinho ao aroma do cardamomo e mimosa ainda presentes. A durabilidade na pele foi de aproximadamente 6 horas e projeção moderada na 1ª hora. Cai bem em clima ameno, mas cai mal no bolso (pelo menos no meu, rsrs).

Preço: R$ 315,00 (30 ml) - 630,00 (100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Quiet - Get the blessing

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Resenha: Amó Arrepio - Natura

Imagem: Google

Notas de topo: Bergamota, notas frutadas, notas aquosas, lírio-do-vale e rosa
Notas de corpo: Pimenta rosa e canela
Notas de fundo: Sândalo, benjoim e notas doces
Fonte: Fragrantica

Boa tarde, cheirosos! Aproveitando o restinho de frio que faz aqui na minha cidade, quero falar sobre este perfume delicioso, principalmente se for usado para ficar coladinho com alguém nesse friozinho. Amó Arrepio foi lançado em 2015, criado pela perfumista Verônica Kato, e ainda está sendo comercializado através dos catálogos e site da Natura. Classificado como amadeirado especiado, mas que na verdade ocupa mais um rótulo de gourmand especiado, seu aroma é marcado principalmente pela pimenta rosa e canela adocicadas pelo benjoim e notas doces da base, que dão um toque divertido à fragrância. Amó Arrepio é um dos poucos perfumes gourmand que me agradam, pois apesar das notas doces estarem bastante evidentes, existe um equilíbrio provavelmente trazido pelas outras notas que constituem sua pirâmide olfativa e também pela presença acentuada das especiarias, que aquecem e dão uma pitada de aconchego e ousadia. Apesar de durar aproximadamente 6 horas na pele, possui projeção baixa, mas este bonitinho vale à pena por seu cheiro gustativo incomum e prazeroso.

Preço: R$ 84,90 - 119,00 (frasco 75 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: This strange effect - The Shacks

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Resenha: Lúmis x Lúmis Amour - Eudora

Boa tarde, pessoal! Hoje quero falar sobre as diferenças do Lúmis e de seu flanker, Lúmis Amour, um dos lançamentos da perfumaria feminina da Eudora para o ciclo 10/2017.

Imagem: Acervo pessoal

Vamos às notas olfativas de cada:

Lúmis: Champagne rosé, jasmim e gardênia

Lúmis Amour: Champagne rosé, peônia, baunilha e madeiras

Fonte: Eudora

Lúmis trata-se de um aroma mais elegante, com notas florais bastante perceptíveis sob um fundo efervescente. Já em Lúmis Amour predomina uma saída com dulçor abaunilhado que acompanha o aroma floral delicado da peônia. As madeiras e champgne também estão presentes, não deixando-o tornar um perfume demasiadamente infantil, mas certamente Lúmis Amour trata-se de uma fragrância mais juvenil. É como se Lúmis fosse uma mulher com idade pelos 25 anos, discreta, bem resolvida e de aparência sofisticada e feminina, enquanto Lúmis Amour é sua bela irmã mais nova que acabou de completar seus 18 anos, divertida, espontânea, romântica e meio bobinha ainda. Ambos tiveram uma durabilidade na pele de cerca de 4 horas e a projeção de Lúmis é baixa enquanto de Lúmis Amour é moderada na 1ª hora. 

Eu sinceramente acho Lúmis bem melhor que seu flanker em relação ao aroma - é um floral moderno e educado, bem agradável de sentir - elegância é sua palavra-chave. É um bom perfume para trabalhar, principalmente se for empregos mais formais, porém é preciso levá-lo na bolsa para reaplicar se quiser ficar cheirosa o dia inteiro.

Preço de ambos: R$ 64,90 - 86,90 (frasco de 100 ml)

Um abraço perfumado!

Trilha sonora: Night and day - Everything but the girl